Agora:

IX Simpósio Sul de Pós-colheita de Grãos apresenta tecnologias para garantir qualidade dos produtos

Foto
AGRONEGÓCIO

Mais de 350 profissionais do sul do Brasil, participaram de 29 de junho a 1º de julho, em Campos Novos/SC, do IX Simpósio Sul de Pós-colheita de Grãos. O evento promovido pela Associação Brasileira de Pós-colheita – Abrapós, e realizado pela Copercampos, e co-promoção de instituições do setor de pós-colheita dos estados de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, oportunizou debates e conhecimentos sobre tecnologias, inovações e ações que são desenvolvidas por empresas para gerar economia e qualidade ao produto armazenado.

Com o tema a "Qualidade de Grãos: Desafios na Pós-colheita", o Simpósio contou com 14 palestras e posteriormente, painéis para debates sobre assuntos que fazem parte da rotina do setor.  

A gestão das unidades, manutenção da qualidade de grãos, custos e soluções para economias na operação, manejo de pragas e de fungos e micotoxinas na armazenagem de grãos foram alguns dos temas apresentados no simpósio.

De acordo com o Presidente da Abrapós, José Ronaldo Quirino, o evento superou todas as expectativas. "Para nós foi uma grande alegria participar deste evento. Cumprimos nossos objetivos que era de trazer tecnologias, pessoal da pesquisa, de equipamentos e insumos, e trazer os colegas para conhecer estas inovações e difundir em suas unidades armazenadoras. Foi um excelente evento de muita participação e fizemos aqui na Copercampos, em Campos Novos, um grande evento e ficamos muito felizes com os resultados alcançados", ressalta José Ronaldo.

O Supervisor Operacional da Copercampos Ricardo Saurin foi o coordenador do Simpósio em Campos Novos. Ricardo também palestrou no encontro sobre a experiência da cooperativa na implantação de usinas fotovoltaicas e aquisição de energia no mercado livre.

"Nos três dias de evento, tivemos grandes debates e oportunidades de desenvolver um setor de armazenagem ainda mais sustentável. Ficamos honrados em poder organizador este simpósio que trouxe muito conhecimento aos profissionais que atuam no setor de pós-colheita para que possamos garantir a manutenção da qualidade de grãos recebida do campo. Temos a disposição tecnologias e inovações para reduzir custos na área e aqui pudemos visualizar muitos cases de sucesso de cooperativas e empresas do setor. Na Copercampos temos uma gestão focada na sustentabilidade e com isso, a diretoria investe em inovações, como a implantação das usinas fotovoltaicas nas unidades, biodigestores na agroindústria e a aquisição de energia no mercado livre. A origem de 26% de toda a energia utilizada pela cooperativa vem destas fontes alternativas", destacou Ricardo Saurin.

Fonte: Ascom

Simpatia FM Notícias