Agora: Domingo em Festa

Presidente da Câmara, Tita, adianta devolução do duodécimo à Prefeitura e sugere investimento em manutenção de estradas do interior

Foto
GERAL

O Presidente da Câmara, vereador João Batista Ramos de Almeida (Tita), anunciou antecipação para este mês de novembro, da devolução de parte do duodécimo para a Prefeitura de Campos Novos, no valor de R$ 1.500.000,00.  Além desses valores, em 31 de dezembro mais uma parcela será devolvida ao município e se estima que o total da devolução ultrapasse R$ 1.700.000,00, configurando-se como o maior volume de recursos do duodécimo já devolvidos pelo legislativo aos cofres públicos.  Embora legalmente a Câmara não possa determinar em que área o executivo deva investir os valores devolvidos, Vereador Tita sugere à Administração Municipal que invista na recuperação das estradas do interior, tendo em vista os grandes prejuízos que assolaram nossos produtores com o alto volume de chuvas registrado no mês de outubro.

A somatória dos valores a serem devolvidos ao município, será possível graças a uma gestão comprometida da Câmara com o bom uso do dinheiro público, sem prejuízo a diversas ações que foram viabilizadas como o Projeto Vereador Mirim, repasse do reajuste de 16% aos servidores do legislativo, homenagens a empresas e personalidades de Campos Novos, contratação do projeto para construção do novo prédio da Câmara e capacitação dos vereadores mirins e servidores da casa, informou o presidente Tita, a imprensa camponovense, na tarde desta segunda-feira, 13 de novembro.

ENTENDENDO A DEVOLUÇÃO

Os recursos do Poder Legislativo provem de repasses que o Poder Executivo faz à Câmara. A Câmara tem direito a 7% do orçamento do município, porém, o repasse ao legislativo é de 2,42% no ano e a expectativa é devolver R$ 1.700.000,00 aos cofres públicos em 2023.  Quando o valor destinado não é gasto, por lei, as Câmaras devem devolver o montante. Lembramos, que o legislativo tem autonomia para fazer uso de 100% do orçamento, caso ache necessário, cabendo à Presidência da Casa definir quais são as prioridades e quanto do orçamento será utilizado.

Fonte e Foto: Ascom

Simpatia FM Notícias